fbpx
 

RE/MAX Latina Litoral

Rafaela Barbosa tem um porte distinto, um aprumo, fala do Norte como quem já viajou muito e conhece os cantos à casa. Fala de Vila do Conde vista de fora, de perto. De uma cidade que não é a sua mas que quer servir  – com a abertura da RE/MAX Latina Litoral, a primeira agência da rede numa terra de contrastes fortes entre o mar e um céu enorme.
Parecem tiradas dos livros as frases com que descreve a visão, os métodos e a experiência com que planeia modelar a vida colectiva da loja. Estranha condição a nossa, quando falar de honestidade e rectidão soa a lugar comum – mas aqui nesta Vila e neste pedaço do país há umas quantas palavras que ainda contam, palavras dadas, promessas que se cumprem porque se quer fazer o bem e não só o negócio.
É muito aliciante participar num projecto que vai nascer. Seja o que for que faças, é um privilégio porque vais ser sempre a estrutura, o pilar.
Advogada de profissão, parceira e crente inicial no projecto da RE/MAX em Portugal – quando a rede era ainda um grupo de amigos muito ousados e meio loucos – Rafaela Barbosa acompanhou sempre a evolução da marca e do mercado imobiliário. Sabe o que é mudar de casa, procurar serviço, sentir a fundação das nossas vidas depender de factores externos e poder confiar na mediação de profissionais que os conhecem e os controlam.
Agora no papel de líder de equipas, Rafaela parece estar bem na sua pele e brilha quando relata o sucesso dos outros – a aprendizagem gradual que transforma e faz ser melhor quem pratica a arte do bom trabalho. E que trabalho é esse, de que tanto falam consultores e Brokers? É a escuta, a atenção, é o saber explicar qual é o contributo que uma agência do Grupo RE/MAX Latina pode trazer a uma decisão tão delicada.
Às vezes o bom serviço implica desafiar expectativas e hábitos, mostrar que o caminho certo é o menos percorrido. E Vila do Conde tem tudo para dar luta: uma gente orgulhosa da sua história, um mar bravo que é generoso e cruel, uma reserva muito nortenha que assola e avalia as conversas antes da recepção calorosa. É uma cidade pequena e muito segura de si e do seu valor, que preza e prega os tais nomes antigos que hoje em dia se revelam tão preciosos.
Há uma mulher de coragem do outro lado da conversa. Rafaela Barbosa enfrenta o desafio com a crença desarmante na possibilidade universal de comunicação com o outro, com o sorriso pronto a entender as necessidades que vão desaguar na Latina Litoral – e como lhes dar a melhor e mais generosa das respostas.
Começa uma nova agência, uma nova equipa, uma nova relação com a cidade.